“Kbela”, premiado curta de Yasmin Thayná, é disponibilizado online

“Kbela”, premiado curta de Yasmin Thayná, é disponibilizado online


Após circular pelo Brasil e pelo mundo em mostras e festivais, Kbela, dirigido e roteirizado por Yasmin Thayná, inicia uma nova carreira, agora no meio virtual. O curta-metragem foi disponibilizado para download gratuito no site oficial, onde também é possível assistir por streamingKbela foi selecionado em 2017 para o Festival Internacional de Cinema de Roterdã (IFFR) e premiado no Festival Curta Brasília, Festival de Cinema Vitória, Goiana Mostra Curtas e no MOV – Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco. Também marcou presença no Festival Panafricano de Cinema e Televisão de Ouagadougou (FESPACO), em Burkina Faso, o maior do continente africano, e foi honrado com um prêmio da Academia Africana de Cinema (AMAA).

O filme direciona o olhar sobre a “experiência do racismo vivido cotidianamente por mulheres negras” e realiza “um exercício subjetivo de autorrepresentação e empoderamento”, como descreve a sinopse. Através dos cabelos crespos, as personagens se conectam com sua ancestralidade, transcendem o embranquecimento e superam os obstáculos do machismo e racismo para narrar suas próprias histórias. O elenco foi convocado através das redes sociais e, para realizar o filme, foi feita uma vaquinha online, que teve a contribuição de 117 pessoas.

O roteiro é uma adaptação do conto Mc KBELA, também assinado por Yasmin Thayná, publicado na coletânea Flupp Pensa – 43 novos autores e disponível online. A primeira versão do filme foi idealizada em 2013, em menor formato, mas não chegou a ser finalizada. Vítima de um assalto, a diretora e roteirista perdeu todo o material, restando apenas um teaser. O projeto foi retomado em 2015 e o sucesso de sua primeira exibição pública, com o Cine Odeon (Rio de Janeiro) lotado, impulsionou mais três sessões com meia-entrada para todos.

Assista ao curta-metragem Kbela online ou faça o download gratuito.

 

 

 

Recentes produções da Casa de Cinema de Porto Alegre encerram mostra comemorativa

Recentes produções da Casa de Cinema de Porto Alegre encerram mostra comemorativa


São 30 anos, 21 longas, 14 médias, 31 curtas, 18 séries e mais de 200 episódios, em 7593 minutos de material produzido. Até o dia 21 de dezembro, a Casa de Cinema de Porto Alegre promove mostra comemorativa às suas três décadas de existência, disponibilizando 30 títulos em streaming gratuitamente, através do site da produtora. As produções selecionadas são disponibilizadas por uma semana na plataforma Vimeo, com a melhor qualidade de imagem disponível e alguns com opções de legendas em português, inglês e espanhol.

(mais…)

Casa de Cinema de Porto Alegre disponibiliza filmes gratuitamente em mostra comemorativa

Casa de Cinema de Porto Alegre disponibiliza filmes gratuitamente em mostra comemorativa


A Casa de Cinema de Porto Alegre, produtora responsável por premiadas produções para o cinema e televisão, como “Ilha das Flores”, “Saneamento básico, o filme”, “Doce de Mãe”, celebra 30 anos com uma mostra online e gratuita. Até o dia 21 de dezembro, serão disponibilizadas via streaming 30 produções realizadas entre 1994 e 2000.

(mais…)

Por que precisamos falar sobre assédio?

Por que precisamos falar sobre assédio?


“Em fevereiro de 2017, dentro do camarim da empresa, na presença de outras duas mulheres, esse ator, branco, rico, de 67 anos, que fez fama como garanhão, colocou a mão esquerda na minha genitália. Sim, ele colocou a mão na minha buceta e ainda disse que esse era seu desejo antigo”. Susllem Meneguzzi Tonani, 28 anos, figurinista na Rede Globo, assediada no trabalho por José Mayer, 67 anos, ator renomado.

(mais…)

Pin It on Pinterest