Nos dias 7 e 8 de maio, a Cinemateca Brasileira, em São Paulo, exibe quatro longas-metragens escritos e dirigidos pelo cineasta e diretor de TV Roberto Gervitz. A Mostra Roberto Gervitz será realizada no mesmo fim de semana em que será lançado seu novo filme, Prova de Coragem, que estreou nesta quinta-feira (5) nos cinemas brasileiros.

No sábado, às 18h30, será exibido na Sala Petrobrás o documentário Braços Cruzados, Máquinas Paradas, dirigido por Gervitz em parceria com Sergio Toledo. O longa apresenta a disputa de três chapas para a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, em 1978. A entidade era presidida por um pelego desde o golpe militar de 1964, quando começam a eclodir as primeiras greves operárias, chamadas então de “greves espontâneas”. O filme acompanha tanto as “cabeças” das chapas quanto os trabalhadores do chão de fábrica, que se manifestavam por melhorias nas condições de trabalho e pelo aumento de seus salários.

Na sequência, às 20h30, será apresentado na Sala BNDES Prova de Coragem, que tem roteiro e direção de Roberto Gervitz. O novo longa-metragem é baseado no livro Mãos de Cavalo, do escritor Daniel Galera, e traz Mariana Ximenes e Armando Babaioff nos papéis principais.

Na trama, Hermano se prepara para fazer uma escalada de alto risco na Terra do Fogo quando descobre que sua mulher, Adri, está grávida. O casal vive junto há sete anos e não chega a um consenso quanto gravidez: ela quer levar adiante e Hermano não aceita a ideia de ser pai. Mesmo sabendo que se trata de uma gravidez de risco, ele decide se dedicar de corpo e alma aos preparativos para a escalada. O filme será seguido por um debate com o diretor Roberto Gervitz, o escritor e dramaturgo Marcelo Paiva e com a professora Esther Hamburguer.

No domingo, dia 8, às 18h30, a mostra traz o longa Jogo Subterrâneo, sobre uma história de amor em que o pianista Martín (Felipe Camargo) inventa um jogo para encontrar a mulher de sua vida. E, finalmente, às 20h30, o filme Feliz Ano Velho, baseado no livro homônimo de Marcelo Ribens Paiva, fecha a Mostra Roberto Gervitz. O filme, um clássico dos anos 1980 que será exibido em uma cópia 35 mm, conta a história de Mário, um jovem de 20 anos que fica tetraplégico em meio a uma festa, ao sofrer um acidente em um lago.


Publicado originalmente na Rede Brasil Atual