Cauã Reymond se tornou um ator de destaque da nova geração. Com personagens diversificados e atuações em filmes, minisséries e novelas, estreou na televisão em 2002, na novela Malhação, onde interpretava Maurício Terra, o Maumau. No cinema, seu primeiro filme foi em 2004, participando de Ódiquê? Show, filme brasileiro dirigido por Felipe Joffily.

Mas, além de todo seu talento, uma coisa que não dá para ignorar é sua beleza. Para provar que é impossível não notar Cauã Reymond em uma cena, seja na televisão ou no cinema, selecionamos seis momentos dignos de contemplação. Confira:

1 – Amores Roubados, 2014. Criação: George Moura

Leandro é um sommelier sedutor que se envolve com 3 mulheres na minissérie. Só essa descrição faz você pensar em Cauã no papel, como um homem envolvente, sensual e destemido. Como não sentir aquela leve pontada de inveja de Ísis Valverde?

2 – Reza a Lenda, 2016. Direção: Homero Olivetto

No recente Reza a Lenda, Cauã interpreta um justiceiro que busca quebrar uma maldição na terra onde vive. Ara é um homem de poucas palavras e muita determinação que encanta quando fala com o sotaque nordestino sertanejo. Uma chance de ver Cauã maltrapilho, mas igualmente encantador.

3 – O Caçador, 2014. Criação: Fernando Bonassi


Dessa vez o ator está na pele de André, um ex-policial que é preso injustamente e torna-se caçador de recompensas para provar sua inocência. Cauã aparece tatuado, sarado e com cara de durão. Precisa dizer mais alguma coisa?

4 – Tim Maia, 2014. Direção: Mauro Lima

Na cinebiografia de Tim Maia, Cauã interpreta Fábio Stella, o melhor amigo de Tim, que também é narrador do filme. Um look anos 70, a voz de Cauã e não é preciso nada mais.

5 – Alemão, 2014. Direção: José Eduardo Belmonte

Em Alemão, Cauã é Playboy, o chefe local do tráfico de drogas do complexo que dá nome ao filme. Com cara de vilão-do-morro-sexy, o personagem tem o poder nas mãos e mobiliza seus “funcionários” em uma caçada a policiais que estão infiltrados na comunidade. O que esperar? Muitas cenas de ação e de suspiros por Cauã.

6 – Cordel Encantado, 2011. Criação: Thelma Guedes e Duca Rachid

O mocinho do sertão nordestino que poderia ter sido coroado rei, mas abdica do trono para viver ao lado da mulher que ama. Só isso já é o suficiente para saber que é impossível não se apaixonar por Jesuíno, personagem de Cauã na novela Cordel Encantado. Já pode entrar na fila para ser princesa?

Por Ana Carolina Alves, do Assiste Brasil