Mesmo sem ter filmes na competição principal deste ano, o cinema brasileiro ainda assim ganhou destaque no Festival de Cannes. Bacurau, novo filme de Kleber Mendonça Filho (Aquarius), codirigido por Juliano Dornelles, está na capa da edição especial da Variety.

No ano passado, a revista norte-americana especializada em cinema colocou o cineasta pernambucano na lista dos mais promissores para 2017, aparecendo ao lado de Barry Jenkins (Moonlight) e Maren Ade (Toni Erdmann). No Festival de Cannes em 2016,  Aquarius, que concorreu ao Palma de Ouro, ganhou uma edição especial na publicação.

Kleber Mendonça Filho está presidindo o júri da Semana da Crítica, uma das mostras paralelas do Festival de Cannes, que segue até o dia 28 de maio.

Bacurau

Bacurau é uma das apostas do produtor Saïd Ben Saïd (Aquarius) para o mercado cinematográfico de Cannes. Segundo ele, o filme será uma “ficção científica entre O Confronto Final (Southern Comfort), de Walter Hill, e Amargo Pesadelo (Deliverance), de John Boorman”.

O thriller se passa em um vilarejo no interior do Nordeste e acompanha um cineasta que pretende realizar um documentário. O protagonista é surpreendido por perigosos mistérios. O pôster (acima) revela um pouco sobre a proposta do filme: caçadores armados em um pôr do sol sob um céu repleto de pássaros e um disco voador, que passa despercebido pelos homens.

Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho já fizeram parcerias anteriores, nos longas Aquarius O Som ao Redor, e também no curta-metragem Recife FrioBacurau se encontra em pré-produção e as filmagens estão previstas para começar ainda em 2017. Em abril, foi realizada a seleção de elenco. Ainda não há previsão para estreia.

Foto de destaque: Leonardo Lacca

Leia mais

Comentrários

comentários

Pin It on Pinterest