Na última quinta-feira (10), foi divulgado o longa-metragem que representa o Brasil na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2016. O escolhido foi Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert, filme aclamado internacionalmente.

Mas, imagine só ter mais de uma produção brasileira lá no Oscar… Não pense que isso seria impossível, porque as possibilidades são bem reais. O curta-metragem Marina Não Vai À Praia, de Cássio Pereira dos Santos, está entre os curtas live-action (de ficção) qualificados para participar do Oscar do próximo ano.

Marina Não Vai À Praia

Marina (Aline Videira) é uma adolescente com síndrome de Down que vive com sua família no interior de Minas Gerais. Mas, Marina tem um sonho: conhecer o mar. Ela teve uma grande oportunidade de viajar com a turma da escola de sua irmã, mas foi impedida. No entanto, a garota está determinada a realizar o seu sonho e embarca em sua própria aventura para chegar até a praia.

A produção participou de diversos festivais no Brasil e ao redor do mundo, incluindo o Grande Prêmio Canal Brasil de Curtas e o New York Internacional Children’s Film Festival.

Corrida pelo Oscar

Em uma publicação na página do curta no Facebook, a equipe anunciou que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas já confirmou a chegada de Marina Não Vai À Praia e sua pré-indicação ao prêmio. Ele concorre a uma vaga na final com pouco mais de 100 curtas-metragens de diversas nacionalidades.

A divulgação das produções finalistas deve acontecer no final de novembro e, em janeiro, conheceremos quem são os indicados ao Oscar 2016.  Vamos lá torcer por Marina, Val e Jéssica!

Assista abaixo ao curta Marina Não Vai À Praia, de Cássio Pereira dos Santos:

 

Comentrários

comentários

Pin It on Pinterest

Share This